Portal Novos Tempos                                     

Home Política WELLINGTON Dias sinaliza que deve haver entendimentos

WELLINGTON Dias sinaliza que deve haver entendimentos

E-mail Imprimir PDF

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e área interna

Após reunião entre governadores e o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, na tarde desta quarta-feira (26), o governador piauiense, Wellington Dias sinalizou que devem acontecer entendimentos sobre a reforma da previdência desde que sejam levadas em consideração pautas de propostas que criam receitas para os estados.

"Se tivermos uma reforma onde seja assegurada que haja compromisso de solução com essas novas receitas para o déficit da Previdência, a nossa posição é que vamos estar dialogando com os parlamentares dos nossos estados no sentido de garantir o quórum necessário para a votação", disse o governador.

As matérias citadas por Dias, envolvem a Securitização da dívidas, Partilha do Fundo Social, Contribuição da divisão de lucros e dividendos, Bônus de Assinatura, dentre outras. Segundo ele, são temas antigos e que foram colocados desde a primeira reunião em que a proposta foi apresentada e agora querem acelerar os entendimentos para cobertura do déficit da previdência.

O chefe do executivo piauiense destacou que no ponto de vista dos estados é preciso que cada uma das matérias esteja em “sintonia” com a matéria da previdência para garantir recursos para investimentos e o equilíbrio fiscal. Os governadores solicitaram um cronograma de votação dessas matérias que criam sustentabilidade.

“Fechamos o ano passado tirando R$ 86 bilhões que eram para investimentos e para o equilíbrio fiscal e tivemos que colocar esse dinheiro para não atrasar a folha de aposentados e pensionistas”,ressaltou Dias ao explicar a necessidade dos recursos.

Para o governador só faz sentido para os estados participarem e contribuírem com a votação da reforma da previdência se “além da retirada de temas que mexiam com os mais pobres, como a parte do BPC, dos rurais, a capitalização; seja mantida na Constituição Federal as principais colunas nessa área, e que se tenha uma proposta capaz de cobrir verdadeiramente o déficit da previdência”, comentou.

Portal Novos Tempos - Autoria: Tamyres Rebec

Última atualização em Qui, 27 de Junho de 2019 06:55