PRESIDENTE Dilma é recebida em Paulistana pelo governador Wellington Dias, secretários, senadores, deputados e prefeitos da região

 PRESIDENTE Dilma é recebida em Paulistana pelo governador Wellington Dias, secretários, senadores, deputados e prefeitos da região

alt

Acompanhada do governador Wellington Dias, dos senadores Ciro Nogueira, Regina Sousa e dos deputados federais Júlio César e Assis Carvalho, a presidente Dilma chega a Paulistana onde foram recepcionados pelo prefeito “Didiu”, pelo secretário de Mineração do Piauí, Luis Coelho,  por deputados estaduais, prefeitos e demais lideranças políticas e empresariais da região.

A presidenta da República, acompanhada do governador Wellington Dias e comitiva, visitaram, na sexta-feira, 11 de setembro, as obras do trecho piauiense da Ferrovia Transnordestina, na região da Serra Vermelha, município de Paulistana. Os ministros dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, da Agricultura, Katia Abreu, e o coordenador da Transnordestina. O ex-governador e ex-ministro Ciro Gomes, também se fez presente no concorrido acontecimento.

Com cerca de 52% da obra já concluída, a Transnordestina passará por 81 cidades dos estados do Piauí, Ceará e Pernambuco. Quando finalizada, a obra, uma das principais ações de infraestrutura em desenvolvimento no nordeste, ligará a jazida de ferro, localizada no município de Eliseu Martins, com capacidadede produção estimada em 2,97 bilhões de toneladas, aos portos de Suape em Pernambuco e Pecém no Ceará.

Pela ferrovia passarão 30 milhões de toneladas de grãos e minério por ano. O empreendimento está orçado em R$ 7,5 bilhões.

Além da perspectiva de desenvolvimento, com a ligação de portos importantes para o escoamento da produção nacional, as obras da Transnordestina geram crescimento econômico para a região. Prova disso são os mais de 3 mil empregos diretos criados apenas em território piauiense.

Bastante emocionado com a visita da presidenta à sua cidade, o ambulante Zé Magro ressalta a transformação do município desde o início das obras da ferrovia. “Eu trabalhei minha vida toda como pipeiro (distribuidor de água em carro pipa) aqui na região. Vi muita coisa acontecendo por aqui. Muita gente passando necessidade e até morrendo. Éramos esquecidos. Aqui mudou muito, porque aqui era triste. A gente agradece primeiramente a Deus e depois ao governo, porque se não fosse essa obra a situação estava ruim.”, ressaltou o ambulante.

De Paulistana, a presidenta seguiu para Teresina, onde participou do evento Dialoga Brasil, um encontro com movimentos sociais que aconteceu no espaço Teresina Hall a partir de 15h. Em seguida, por volta às 19 horas, a presidente Dilma se encontrou com empresários locais em um restaurante capital.

Por Júnior Grau – Portal Novos Tempos – Fonte: Governo do Piauí

Avatar

Por Júnior Grau

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com