NOSSA Senhora do Patrocínio, padroeira de Pio IX, “PATROCINARÁ o bom entendimento”, disseram muitos membros da Igreja!

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

Baixado a poeira do episódio que envolveu – para alguns, a queda de braço entre à Igreja Católica e o poder público municipal, para outros, uma questão eminentemente política – fiéis de Igreja acreditam que Nossa Senhora do Patrocínio não faltará a Pio IX, e mais uma vez “PATROCINARÁ o entendimento”, assim se expressou um dos membros do Conselho da Pastoral.

Perguntas que merecem respostas por parte de membros do Conselho da Pastoral de Pio IX:  Por que somente em 2017, um importante membro da Igreja Catóica, fazendo uso da mídia, expressa que uma “pessoa”, sem dizer quem, contribuiu para o cancelamento da festa religiosa? E por que somente agora nos 128 anos de Pio IX, se falou em terreno da paróquia?

Quem é de Pio IX, sobretudo conhecendo os membros do Conselho da Pastoral, tem a resposta na ponta da língua. Portal Novos Tempos que tem o apoio da maioria dos comerciantes de Pio IX, em especial daqueles que estiveram em 2016 no campo oposto da política, não deseja fomentar a discórdia, muito pelo contrário, torce para que Nossa senhora do Patrocínio “patrocine o bom entendimento”.

Veja nota da prefeita Regina Coeli:

“Olá, amigos e amigas!

Venho a público esclarecer os fatos que ocorreram ao longo dos últimos dias e que têm sido distorcidos por algumas pessoas com a finalidade de gerar a discórdia e proporcionar o oportunismo político.

No mês de agosto temos duas importantes festividades: no dia 8 de agosto comemoramos a emancipação política do nosso município; enquanto no dia 15 comemoramos o dia da nossa padroeira, Nossa Senhora do Patrocínio.

Apesar de festas diferentes, sempre ocorreram de forma harmoniosa e conciliadora, dividindo, inclusive, o mesmo espaço. É preciso destacar que é um direito individual de todos a sua liberdade de culto e de adoração. Pessoalmente, tenho enorme respeito por todas as religiões e pela religiosidade. No entanto, é preciso entender também que o município e os munícipes possuem o direito de comemorar as festividades pela emancipação política da nossa cidade.

Buscando o diálogo, encaminhamos uma correspondência oficial informando ao Pe. Francisco Feitosa que nós utilizaríamos aquele espaço no dia 8 de agosto. Por mais de cinco vezes procuramos unilateralmente o pároco local, através do secretário de Obras e Urbanismo, Gilson Carlos; do Procurador-Geral do Município, Washington Gonçalves; e do vereador Fanuel Adauto. Em todos os momentos, o pároco demonstrou-se irredutível.

A cada solução apresentada para as reclamações suscitadas, novas reclamações surgiam. O município pleiteou apenas a data do dia 8 de agosto para utilizar o espaço, restando à igreja vários outros dias (do dia 9 ao dia 15 de agosto) para realizar a tradicional festa da padroeira. Ainda assim, o pároco local entendeu que a realização de um único dia de festa, comemorado tradicionalmente no dia da emancipação política, não deveria ser realizado naquele local.

No entanto, entendemos que aquele espaço é o mais adequado para a realização do evento por diversos motivos: ser um terreno plano, mais iluminado, estrategicamente melhor posicionado, de melhor acesso e o local preferido dos munícipes para a realização do evento. Por tais razões, decidimos realizar o evento no local e nos moldes desejados pela população.

Lamentavelmente, diversos boatos maldosos têm se espalhado. Quem distorce fatos deve temer a verdade.

Em decisão precipitada, o pároco local cancelou a realização dos eventos da festa da padroeira. Devo esclarecer, com relação a este fato, que se trata de uma decisão da entidade religiosa. O Poder Executivo não impôs nenhum óbice à realização do evento, não editou nenhum ato impedindo ou limitando a sua realização. No entanto, preservamos o direito da população de comemorar as festividades de emancipação política.

Ao passo em que me coloco à disposição de todos para os esclarecimentos necessários, rogo à Nossa Senhora do Patrocínio que nos dê a tranquilidade, calmaria e discernimento necessários para respeitar as decisões dos poderes constituídos e a liberdade e os direitos de todos os povos.”

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 2 pessoas

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado, telefone e área interna

Adauto Ferreira – Portal Novos Tempos – Fotos: Portal Novos Tempos

Avatar

adauto Ferreira

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira@portalnovostempos.gmail | WhatsApp (88) 9 9496-3098 | Rua Sargento Orlando S. Campos, 08 - Araripina (PE)