JUIZ deixa indisponível bens de prefeito para o pagamento de R$ 3,2 milhões

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado

Como já noticiado, o prefeito reeleito de Trindade, Pernambuco, que é formado em farmácia e natural de Barbalha, Ceará, EVERTON TORRES (PSB), 56 anos, teve seus bens indisponibilizados pelo juiz de Direito da Comarca de Trindade para pagamento de uma suposta dívida de R$ 3,2 milhões, desviados dos fundos da Saúde e Assistência Social, conforme divulgou o ex-secretário de Imprensa de Pernambuco, jornalista MAGNO MARTINS, editor do Blog que leva seu nome.

As irregularidades, como já noticiado, foram identificadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco que fiscalizou os repasses de recurso ao FUMAP no ano de 2016. As contribuições patronais devidas pela Prefeitura e pelos Fundos Municipais de Saúde e de Assistência Social, que deveriam ter sido pagas para garantir a saúde financeira do instituto previdenciário, foram repassadas de forma indevida a menor, como apurou a corte de contas do estado de Pernambuco.

Adauto Ferreira – Portal Novos Tempos – Fonte: Magno Martins – Foto: Roberto Gonçalves

Avatar

Por Adauto Ferreira

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com