BOLSONARO diz que o que mata é “desvio de recurso em estado”; Renan rebate

 BOLSONARO diz que o que mata é “desvio de recurso em estado”; Renan rebate

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Pandemia, foi criticado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na quinta-feira, 6 de maio. Bolsonaro afirmou que o que mata é “desvio de recurso em estado”. Calheiros rebateu dizendo que “o que mata é a pandemia, pela inação e inépcia”.

Durante transmissão ao vivo em suas redes sociais, Bolsonaro afirmou que um senador teria mencionado, na CPI, que as frases ditas por ele durante a pandemia de Covid-19 no Brasil influenciaram no número de mortes.

“Eu queria estar na CPI. ‘Atenção aí ministro, qual dessas frases mais matou gente no Brasil, frase do presidente Jair Bolsonaro’ e botou várias frases lá. Sabe qual seria a minha resposta? O prezado senador, frase não mata ninguém. O que mata é desvio de recurso público que o seu estado desviou. Então vamos investigar o seu filho que a gente resolve esse problema, desvio mata, frase não mata. Parabenizo os senadores que têm feito um lado excepcional, não é do meu lado não, é o lado da verdade”.

O senador Renan Calheiros rebateu as críticas de Jair Bolsonaro, ainda durante a CPI, na noite desta quinta-feira.

“O que mata é a pandemia, pela inação e inépcia, que eu torço para que não seja dele, porque nós não queremos fulanizar isso aqui. Com relação ao estado de Alagoas, ele que não gaste seu tempo ociosamente como tem gasto seu tempo enquanto os brasileiros continuam morrendo. Aqui, nesta CPI, se houver necessidade, todos, sem exceção, serão investigados”, disse Calheiros.

Portal Novos Tempos – Fonte: CNN

Avatar

adauto Ferreira

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira@portalnovostempos.gmail | WhatsApp (88) 9 9496-3098 | Rua Sargento Orlando S. Campos, 08 - Araripina (PE)