FILIAÇÃO dos Bolsonaro ao Patriota provoca tumulto em convenção partidária; veja matéria

 FILIAÇÃO dos Bolsonaro ao Patriota provoca tumulto em convenção partidária; veja matéria

A entrada de Flávio Bolsonaro no Patriota foi formalizada no início da tarde da segunda-feira, 31 de maio, numa tumultuada reunião, numa sala apertada de um diretório do partido em Barrinha, no interior de São Paulo, em meio a gritos e protestos de parte dos membros do partido.

A votação comandada por Adilson Barroso, presidente da legenda, aconteceu em menos de dois minutos, conforme mostram imagens do vídeo que já se espalhou pela internet. Ao se desfiliar do Republicanos, na semana passada, Flávio disse que aguardaria uma definição do pai, Jair Bolsonaro, sobre em qual partido ingressar.

“O que manda é a democracia, é a votação da maioria!”, grita Barroso de pé, em meio ao quiprocó, abafando as vozes dos que tentavam se manifestar. “Eu estou colocando em votação a possibilidade, caso ele queira, da filiação do presidente da República. Alguém aqui é contra, se não for levanta a mão!”

A chamada logo provocou mais protestos de alguns dos presentes. “Espera aí, tem um tanto de gente aqui que é a favor, isso não é forma de votação Adilson! Não aja como moleque!”, disse o deputado federal Fred Costa (MG). O vídeo está incompleto, mas demonstra o contexto em que Bolsonaro entra na legenda.

No fim da tarde do domingo, 30 de maio, o vice-presidente do Patriota, Ovasco Resende, e mais sete integrantes do Diretório Nacional entraram com uma ação no TSE pedindo que fossem anulados dois atos de Barroso decididos unilateralmente, sem uma convenção ou consulta aos outros membros da direção partidária: a destituição de delegados nacionais que se opõem à filiação de Bolsonaro e a mudança na composição dos membros da Executiva.

Portal Novos Tempos – Fonte: O Globo

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com