WELLINGTON Dias lança marco regulatório de cirurgias laparoscópicas e endoscópicas

 WELLINGTON Dias lança marco regulatório de cirurgias laparoscópicas e endoscópicas

O governador Wellington Dias participou, nesta sexta-feira, 2 de julho, de solenidade de lançamento do Projeto Marco Regulatório da Laparoscopia, pioneiro no Brasil. O lançamento foi virtual, com links ao vivo de 15 hospitais do Piauí, com 17 torres laparoscópicas. O objetivo do projeto é realizar cirurgias eletivas laparoscópicas e endoscópicas na capital e interior. Serão beneficiadas simultaneamente todas as macrorregiões de saúde do Estado.

“Hoje é um dia histórico para o Piauí. O uso da telemedicina, com profissionais competentes e tecnologia vai nos garantir um melhor atendimento a pacientes em todo o estado. Por meio de 15 hospitais, esse tipo de cirurgia será realizada e ajudará a reduzir a espera em filas. A alta complexidade ganha cada vez mais espaço e é um passo importante para salvar vidas”, comemorou o governador Wellington Dias.

Na macrorregião de saúde litoral, vão participar do Marco Regulatório o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba; Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri; Hospital Estadual Gerson Castelo Branco, em Luzilândia; Hospital Estadual Leônidas Melo, em Barras e Hospital Julio Hartman, em Esperantina.

De acordo com o secretário da Saúde, Florentino Veras, as cirurgias eletivas laparoscópicas e endoscópicas serão menos invasivas e um instrumento mais tecnológico para sua execução. “As cirurgias vão acontecer com menos tempo de duração, menos invasivas, menor risco de infecção hospitalar e cicatrizes menores”, explicou o secretário.

Na macrorregião Meio Norte, participam o Hospital Regional de Campo Maior, em Campo Maior; Hospital Infantil Lucídio Portela, em Teresina; Hospital Getúlio Vargas, em Teresina; Hospital Dirceu Arcoverde da Polícia Militar, em Teresina e Maternidade Evangelina Rosa, em Teresina. Na macrorregião, Semiárida, Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras e Hospital Regional Justino Luz, em Picos.

Na macrorregião de Saúde dos Cerrados, participam o Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano; Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato e Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, em Bom Jesus.

“Estamos descentralizando e levando saúde aos lugares mais distantes, e para a população que está precisando. Nossa meta é finalizar as filas de espera que existem hoje aguardando uma cirurgia dessa natureza. Certamente essa é uma data importante para todos nós”, disse o superintendente de Alta e Média Complexidade da Sesapi, Alderico Tavares.

Portal Novos Tempos – Fonte: CCOM

Avatar

adauto Ferreira

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com