PODER Judiciário responderá a Bolsonaro por ataques feitos em live na volta do recesso

 PODER Judiciário responderá a Bolsonaro por ataques feitos em live na volta do recesso

O sistema Judiciário vai reagir aos ataquese feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao sistema eleitoral na próxima semana, na volta do recesso parlamentar. O líder do Executivo voltou a afirmar que as urnas eletrônicas estão sujeitas a fraudes em uma live realiza na quinta-feira, 9 de julho.

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) cobraram o presidente da Corte, Luiz Fux, por uma manifestação imediata às declarações de Bolsonaro. No entanto, Fux quer dar uma resposta no discurso de retomada dos trabalhos na segunda-feira, 2 de agosto.

Mesmo assim, o ministro do STF Gilmar Mendes não deixou de criticar Bolsonaro na sexta-feira, 30 de julho. “Vamos parar um pouco de conversa fiada. Claro que todos nós somos favoráveis à audibilidade da urna, e ela é auditável”, argumentou em live do site Consultor Jurídico.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, também não ficou satisfeito com as falas do presidente e vai discutir o assunto com quem irá representá-lo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) duranta a eleição no ano que vem.

Avatar

adauto Ferreira

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com