WELLINGTON Dias revela quais os próximos investimentos da França no Nordeste

 WELLINGTON Dias revela quais os próximos investimentos da França no Nordeste

O governador do Piauí e presidente do Consórcio de Governadores do Nordeste, Wellington Dias participou na sexta-feira, 30 de julho, em Recife, de um Encontro Comemorativo aos dois anos da Cooperação entre Embaixada da França no Brasil, a Agência Francesa de Desenvolvimento e o Consórcio Nordeste. Na oportunidade foram tratados os pontos principais da parceria que envolvem as Câmaras Técnicas Nordeste da Agricultura Familiar, Meio Ambiente, Água e Saneamento.

“O momento foi de avaliação do protocolo que assinamos quando estivemos na França e depois com o Ministro de relações exteriores da França, quando aqui esteve no Brasil. O objetivo foi fazer um balanço, pois já são mais de 7,5 bilhões investidos ou em investimento na Região Nordeste em energias renováveis, nessa área relacionada ao hidrogênio verde, e também investimentos em saneamento, a exemplo de Teresina, com o cidade inteligente”, comentou Dias.

Na Câmara Nordeste de Saneamento, o Piauí desenvolve um projeto ousado junto à Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), com objetivo de universalizar a água. Ele destacou as parcerias público-privadas para o alcance dessas metas. “Já experimentamos em Teresina, com o objetivo de garantir investimento e condições de universalizar a água e esgotamento sanitário, com a captação e destinação adequada. Destaco também a perspectiva de ter um Plano Nordeste com metas diferenciadas a todos os estados, de acordo com a sua realidade”, disse o governador.

Referente à Câmara Técnica do Turismo, o objetivo é garantir investimentos em regiões que tenham o casamento de áreas de proteção ambiental com a Rota das Emoções (Ceará- Piauí – Maranhão). “Garantindo, nessa área do turismo, sustentabilidade e geração de renda, oportunidades para quem vive nessas regiões”, frisou Wellington Dias.

Na Câmara Técnica Nordeste da Agricultura, de um lado, há a produção de alimentos saudáveis, a presença cada vez mais de qualificação, uso de tecnologias, garantia de créditos e a criação de uma Fundo garantidor, que seja capaz de dar sustentabilidade. “Na relação com a França e outros países teremos parceira inclusive com a procuração e comercialização do mel, procuração de pescados com comercialização dentro e fora do Brasil”, comentou.

Na Câmara Técnica do Meio Ambiente além da estruturação do projeto aprovado para a estruturação dessa parceria com o governo americano, a França e a comunidade europeia, o Consórcio Nordeste vai organizar um evento que será realizado até o final deste ano com setor públicos e privado, empresários do Brasil e da França. “Vamos tratar de várias áreas de interesse comum, mas principalmente em relação a área ambiental e aqui ficou uma responsabilidade a organização de um fundo integrado para área ambiental Nordeste. Ou seja integração de fundos existentes em cada um dos estados para permitir que tenham um plano integrado e sustentado com recursos anualmente”, explicou Wellington Dias.

Portal Novos Tempos – Fonte: CCOM

Avatar

adauto Ferreira

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com