GRACINHA/Mão Santa abandona grupos no WhatsApp ligados a Ciro Nogueira, após visita de Rafael Fonteles

 GRACINHA/Mão Santa abandona grupos no WhatsApp ligados a Ciro Nogueira, após visita de Rafael Fonteles

Gracinha Moraes Souza, filha do prefeito de Parnaíba, Mão Santa, saiu de grupos de WhatsApp ligados ao ministro Ciro Nogueira.

Há quem acredite em coincidências, mas a atitude da ‘Mão de Ferro de Parnaíba’ se deu após um caloroso encontro de Mão Santa e o secretário de Fazenda do Piauí, Rafaell Fontelles (PT), pré-candidato ao Governo do Piauí.

Para quem não lembra, Mão Santa era, até então, aliado de Ciro Nogueira, defensor de Bolsonaro e há muitos anos é o inimigo número 1 do PT, mas parece que as coisas mudaram.

Parceria dada como certa

É impossível não crer num alinhamento de Mão Santa com Rafaell Fontelles. O prefeito, que tem uma tradição política, não ia se dispor a tanto, tirar foto de mãos dadas com o pimpolho do governo, se uma parceria não estivesse se costurando.

O encontro envolveu o presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Themístocles Filho (MDB), o deputado João Madison, o ex-governador Zé Filho, sobrinho de Mão Santa… Ou seja, a situação é mais séria do que se imagina.

“Tchau, querido”

Mão Santa até pouco tempo era tido como queridinho de Ciro e Bolsonaro, por algumas vezes o presidente esteve em Parnaíba com o prefeito, Ciro abriu as portas do Governo Federal para ele, mas parece que agora o veterano está cuspindo no prato que comeu.

Falta de trato político

Mas isso não é à toa. Informações de Parnaíba dão conta que Gracinha acusa Ciro de se esquivar das demandas da cidade, colocando Trabulo Júnior, um dos braços do ministro, para atender as solictações, e que este não estaria satisfazendo os desejos dos Moares Souza.

Trabulo não tem o trato político de Ciro para resolver as demandas e por conta disso há uma insatisfação no grupo político de Mão Santa.

E cadê o Ciro no Piauí?

É perceptível que Ciro Nogueira deixou de dar prioridade para o Piauí e seus prefeitos e está mais preocupado na estratégia nacional, especialmente em garantir a reeleição de Bolsonaro.

A atitude de Ciro tem refletido diretamente nas eleições de 2022. Como ele está mais focado no nacional, o apoio na eleição local foi praticamente abandonado.

Reflexo disso é um levantamento que tem ganhado as redes sociais, que mostra Rafaell Fontelles com apoio de 143 prefeitos para a eleição contra 50 do grupo de Ciro Nogueira.

Gracinha X Trabulo
Não se sabe se o ministro já desistiu de contar com o apoio do grupo de Mão Santa para a eleição, se não, tem que agir rápido, especialmente com o trato político, que Trabulo não consegue resolver.

Pela idade, Mão Santa já entregou a responsabilidade para Gracinha, que já estaria com ‘ranço’ de como tem sido tratada pelos Progressistas. O prefeito, claro, como é mais ligado à família, tem aportado sua confiança na filha.

Portal Novos Tempos – Texto: 180graus

Avatar

adauto Ferreira

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com