17 de junho de 2024

CEARÁ tem mais de 116 mil casos da Covid-19 confirmados, com 6.307 óbitos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

São 116.519 casos de COVID-19 registrados no estado do Ceará até às 16h47 da quinta-feira, 2 de julho. Foram contabilizados também 6.307 mortes, conforme a Plataforma IntegraSUS da Secretaria de Saúde (Seda).

A marca de 6 mil óbitos foi ultrapassada nesta segunda-feira (29). 90.085 pessoas já se recuperaram da Covid-19 no Ceará. O IntegraSUS aponta que a letalidade da doença, proporção entre as taxas de casos e óbitos, está em 5,4%.

Fortaleza ainda é a cidade com maior número de casos no Estado, com 35.899 infectados pela doença e 3.334 óbitos. Em seguida, aparecem Sobral (6.978), na Região Norte, Caucaia (3.778) e Maracanaú (3.749), na Região Metropolitana.

As cidades de Sobral, Juazeiro do Norte, Iguatu, Tianguá, Crato, Barbalha e Brejo Santo estão em lockdown por decreto estadual, medida para combater a disseminação do vírus.

Há 66.284 casos suspeitos no Estado, ainda em investigação. Já foram realizados 290.892 exames para detectar o Sars-CoV-2 em todo o Ceará.

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Desde 1º de junho, o estado começou a implementar o plano gradual de retomada das atividades não essenciais suspensas desde 20 de março para conter a escalada da Covid-19. Os municípios do Ceará estão em diferentes estágios em relação ao plano conforme a gravidade do cenário da doença:

Veja como ficam as fases por cidade/região:

Fortaleza segue na fase 2 como previsto;

Região Metropolitana de Fortaleza continua na primeira fase;

Demais regiões seguem na fase de transição;

Cidades que ficam em lockdown: Sobral, Juazeiro do Norte, Iguatu, Crato, Barbalha, Brejo Santo e Tianguá.

Portal Novos Tempos – Fonte: g1.globo.com

adauto Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com