21 de julho de 2024

EQUATORIAL é alvo de críticas dos vereadores da Câmara Municipal de Picos

A privatização parece não ter sido a solução para a melhoria da distribuição de energia elétrica no Piauí. Na primeira sessão ordinária de 2020, realizada pela Câmara Municipal de Picos na tarde da quinta-feira (13), os vereadores concentraram as críticas na Equatorial Energia, citando inúmeros relatos de cortes, descaso e má administração.

A vereadora Valdívia Santos (PR) apresentou um projeto de lei, encaminhado às comissões permanentes da Câmara Municipal para receber parecer técnico, proibindo a Equatorial de cortar o fornecimento de energia elétrica para as residências durante finais de semana e feriados. O mesmo vale para a Agespisa.

“O corte de energia e de água só será permitido com a presença do consumidor ou responsável lesado, bem como a sua respectiva autorização; todo consumidor tem que ter o prazo de 24 horas no momento em que ele for notificado, então na próxima semana o projeto será colocado em votação e peço a colaboração de todos os parlamentares”, frisou.

adauto Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com