20 de julho de 2024

NÚMERO de assassinatos durante motim da PM no Ceará passa de 100

Carros das forças de segurança do Ceará continuam com pneus furados ao redor do 18º Batalhão da Polícia Militar.  — Foto: Fabiane de Paula/SVM

O Ceará registrou ao menos 103 assassinatos desde o início da paralisação de parte dos policiais militares. Neste domingo (23), sexto dia seguido do motim, ao menos 3 batalhões da Polícia Militar estão fechados.

Cronologia do motim de policiais militares no Ceará
 
Conforme o último balanço oficial da Secretaria da Segurança Pública do Ceará, ocorreram 88 homicídios entre a quarta-feira (19) e a sexta-feira (21). Já entre sábado (22) e a manhã deste domingo (23), houve ao menos mais 15, segundo levantamento do G1 em delegacias e com policiais que atenderam às ocorrências.
 
O governo do Ceará ainda não divulgou um balanço oficial neste domingo.
 
As 103 mortes registradas desde quarta-feira equivalem a 63% das 164 registradas em todo o mês de fevereiro de 2019.
 
Até a terça-feira (18), o Ceará vinha registrando uma média de 6 mortes por dia em em 2020, segundo o governo do Ceará. Entre quarta e sexta-feira – período coberto por balanços oficiais até aqui – esse número saltou para 22 por dia.
 
O motim dos PMs teve início na tarde de terça-feira, mas ganhou corpo a partir de quarta. Homens encapuzados que se identificam como agentes de segurança do Ceará têm invadido quarteis, impedindo o seu funcionamento, e esvaziado pneus de veículos oficiais.
 
Os amotinados reivindicam aumento salarial acima do proposto pelo governador Camilo Santana (PT).
 
Por conta da crise, o estado recebeu reforço de tropas da Força Nacional e do Exército Brasileiro para realizar a segurança nas ruas.

adauto Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com