“Procurando chifre em cabeça de porca”, teria dito um eleitor a assistir ao Jornal Nacional…

 “Procurando chifre em cabeça de porca”, teria dito um eleitor a assistir ao Jornal Nacional…

Por Adauto Ferreira

O presidente Jair Bolsonaro através do seu partido (PL), ingressou com recursos junto ao TSE para anular os votos de urnas no 2º turno. Esqueceu o presidente através de seus advogados de pedir também a anulação dos votos das mesmas urnas no 1º turno. Em razão, o TSE deu ao presidente o prazo de 24 horas para a inclusão, sob pena de ter inviabilizado o pedido.

Quem assstiu ao Jornal Nacional da terça-feira, 22 de novembro, a ouvir o relato do jornalista William Bonner, saiu com uma expressão muito usada na região Nordeste: Bolsonaro e Valdemar da Costa Neto “procuram chifre em cabeça de porca”, numa referência ao pleito judicial junto ao TSE. O ministro presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, já se pronunciou.

@portalnovostempos

Avatar

adauto Ferreira

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-mail: adautoferreira1958@hotmail.com